Dicas sobre Londres

Se você está planejando visitar ou morar em Londres segue algumas dicas:

Oyster Card: O sistema de transporte da cidade é excelente. A cidade é dividida em zonas. O Osyer Card é um cartão inteligente pré-carregado com  crédito pronto para usar assim que você chegar em Londres. O Oyster te dá acesso ilimitado ao metrô, ônibus, bondes, DLR e serviços National Rail no interior das zonas de Londres.

Mapa transporte público: Em todas as estações de trem ou metrô você verá mapas disponíveis. Pegue pelo menos uns 2 pois será extremamente útil. Você encontrará também esses mapas ampliados em todas as plataformas do metrô e trem. Nos fins de semana muitas das linhas ficam fechadas para manutenção. Leia sempre os quadros de aviso nas entradas das estações. Tente andar o máximo possível ou usar ônibus, principalmente aos domingos.

Mapas inteligentes: se você possui um smartphone poderá baixar  aplicativos e descobrir  facilmente a melhor rota, qual linha pegar e até mesmo se o metrô está atrasado ou em manutenção.

Visite Londres: ótimo site com atrações, previsão do tempo e muito mais… em 8 línguas, infelizmente ainda não está disponível em português!!!

Celulares: É interessante trazer seu celular desbloqueado e se você for ficar por mais de 1 semana recomendo comprar um chip para fazer suas ligações. Diferente do Brasil aqui não se paga deslocamento dentro do país (pois é, bom demais para quem for para outras cidades). Existem várias operadoras com diversos planos pré-pagos. A que mais uso é a O2, fica aí a dica de cliente satisfeito.

Explore a cidade de bike – O banco Barclays da Inglaterra colocou centenas de bicicletas por toda a cidade a disposição dos turistas e Londrinos em geral. Com um sistema excelente de aluguel debitado direto na sua conta (aceita qualquer cartão bancário internacional), as bikes são uma ótima opção para quem deseja explorar a cidade e fazer exercício ao mesmo tempo. Veja o vídeo aqui.

– Palavras importantes para seu vocabulário: O povo inglês (em sua maioria) faz bom uso (aliás usa o tempo TODO) de palavras como: “please” (por favor), “excuse me” (com licença), “thank you (obrigado)” e “Pardon?” (uma forma bem britânica de se dizer – “não entendi, pode repetir?”). Durante o meu curso de inglês (no Brasil), minha professora SEMPRE enfatizava a importância de usar essas palavras (reconheço que muitos de nós, brasileiros, também usamos essas palavras, mas aqui é TODA HORA MESMO!!!!!).

Não deixe de visitar:

 
Westminster onde você poderá tirar fotos do Big Ben e à Westminster Abbey (lugar onde acontece a coroação e maioria dos casamentos reais).
O Buckingham Palace. Veja também a troca da Guarda que ocorre dia sim dia não as 11 horas.
Depois continue caminhando pelo “The Mall” (nome da rua com a estrada avermelhada) até chegar a Trafalgar Square.
 
Subindo a Leicester Square e virando no topo à esquerda ande na direção de Piccadilly Circus com o seu famoso edifício com telões gigantes da Coca Cola, da Samsung e outras marcas e também onde ficam a maioria dos teatros de Londres, ou seja, a Broadway daqui.
Continue caminhando a frente e entre pela Regent Street, com os seus edifícios imperiais e lojas bem apresentadas. Ao fundo da Regent Street você chegará a Oxford Circus e, daí, para ambos os lados encontra-se a Oxford Street, a rua de compras mais famosa de Londres.
 
Ao final da Oxford Street, a esquerda você irá passar pelas famosas lojas de departamento e ao fundo você vai encontrar o Hyde Park.
St Paul’s Cathedral, a catedral localizada na City e, vindo de Charing Cross, fica ao fundo da Fleet Street (rua muito conhecida porque costumava ser sede de vários jornais nacionais e ainda é sede de alguns hoje em dia). Se puderem subam ao topo da catedral onde têm uma ótima vista da cidade.
De St. Paul’s atravesse a Millenium Bridge e vá até à Tate Modern (museu de arte moderna muito bom) que tem sempre exposições gratuitas e muito interessantes.
Passeie ao longo do rio Thames (essa zona chama-se a Southbank) e ande até Tower Bridge. Se continuarem em frente após a Tower Bridge existe uma nova zona de habitação (“Butlers Wharf” do lado sul do rio) que tem ótimos restaurantes com vista para o rio e  pequenos canais entre os edifícios.
Tower of London que vale sempre a pena visitar. Com o bilhete de entrada você têm direito a uma visita guiada que traz todas as informações importantes sobre a Torre de Londres onde eram detidos e torturados os prisioneiros, e onde também podem aprender um pouco sobre a história da monarquia Inglesa.
Convent Garden. Claro que é cheio de turistas e está sempre cheio, mas se você for num dia de semana encontrará essa zona mais calma e terá mais tempo para ver as lojas do Convent Garden Market ou as performances dos artísticas de rua inclusice cantores de Ópera que, por lá costumam estar.
Greenwhich um parque que você não pode deixar de visitar. A vila de Greenwich é muito massa, onde se encontra a “Queen’s House” que é um edificio  muito bonito onde fica situado o museu nacional marítimo. O Observatório de Greenwich que também deverão visitar. É por lá que passa o Meridiano de Greenwich.
 Camden Town – é a zona mais “louca” de Londres. Aqui é onde se vê desde rastafarians aos punks, passando pelos góticos, hippies, indies ou todo e qualquer outro estilo que seja considerado original ou “diferente”. Esta é uma zona ideal para se fazer compras de tênis ou roupas. É um ótimo local para ir com um grupo de amigos. Ao sair da estação de metro, vire a direita e você já estará na zona principal de CamdenTown.

Espero ter ajudado!!!!!

One thought on “Dicas sobre Londres

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s