Estou de volta!

Depois de 4 anos sem postar, resolvi reativar meu blog e continuar a escrever sobre algumas inesquecíveis experiências que tenho vivido.

A escrita é uma das maiores invenções da humanidade. A partir dela, o ser humano aprendeu a se comunicar com seus iguais e entender melhor o que o cerca. Com isso, surgiu a vontade de escrever por prazer; escrever histórias, contos e poesias e transformar a literatura em arte!!!!!

blog

Advertisements

Pé na estrada – Parte 3

Os que já me conhecem sabem, no meu dicionário a palavra VIAJAR aparece mais de 1x… (acho que muito mais que isso). Na verdade a minha família toda gosta também…  

Travel light é uma expressão em inglês para viagens com pouca bagagem (o meu caso).

Eu geralmente viajo barato, pra perto, pra longe, sozinho e com galera, a trabalho e a lazer.

Não importa  como, o importante é viajar, explorar, descobrir, experimentar… 

E pra não perder o costume, estou de malas prontas, de novo!!!!!!

Dessa vez numa jornada um tanto que aventureira para “re”visitar 2 amigos em 2 países vizinhos.

Na Holanda…

 

e na Alemanha…

 Conheci esses 2 amigos de formas diferentes há muitos anos atrás e (graças a internet) mantivemos contato e pudemos nos rever tanto lá (no país deles) quanto aqui (no país que não é meu).

Serão 12 horas de ônibus numa jornada saindo de Londres até o sul da Inglaterra, atravessando o canal inglês, chegando no noroeste da Holanda e até finalmente a primeira parada em Amsterdam. Na sexta sigo viagem de trem até a cidade onde meu outro amigo vai se casar. 

É melhor eu ir nessa porque como um bom mineiro que sou não posso perder o trem, quer dizer, o busão.

Mais histórias da viagem a seguir… aguardem!

FUI

Muito queijo, chocolate e uma paisagem de tirar o fôlego

Muitos visitantes têm um numero limitado de dias para explorar a Suíça. No entanto, querem visitar as principais atracões, experimentar a diversidade cultural e paisagens que só a Suíça tem e ainda receber dicas e informações de especialistas.

Zurique – Desfrute do belo centro histórico, do novo distrito fashion de Zürich West e do glorioso lago. Com todas as opções de ópera, balé, estreias de teatro, shows, musicais, exposições de arte em mais de 50 museus e 100 galerias, em Zurique o tempo não para. A famosa Bahnhofstrasse e o Limmatquai são o paraíso dos compradores.

Mais de 1.700 restaurantes e bares servem pratos tradicionais tanto de Zurique quanto da Suíça em geral, assim como especialidades exóticas. As noites vão deixá-lo mal acostumado com tantas escolhas: seja em espaços cobertos ou ao ar livre, tudo é possível quando o assunto é a vida noturna em Zurique.

Berna, a capital Suíça com um ritmo deliciosamente calmo, tem seu núcleo medieval de prédios de arenito praticamente intacto. Debaixo dos mais de 6 quilômetros de arcadas, muitas lojas para a alegria de turistas e moradores.

Quando estiver na cidade, não deixe de conhecer a casa onde Albert Einstein viveu quando escreveu a Teoria da Relatividade em 1905 e o novíssimo Zentrum Paul Klee, projetado por Renzo Piano para abrigar a coleção de obras do artista mais famoso de Berna.

 

 

 

Dezembro

Então, chegou…

Parece que foi ontem Dezembro de 2010 e um ano a mais, ja era…

Dezembro sempre foi o melhor més de todos os meses do ano. Fim das aulas no colégio, o verão chegando, festas de fim de ano, família, tempo de reflexão e tomadas de decisões.

Passar Dezembro fora de casa (longe do Brasil) não é a mesma coisa, longe da família e dos amigos o jeito é se contentar e aproveitar o que Londres tem de melhor para oferecer.

Aproveitar a vista da janela do meu quarto:

uma boa caminhada no Hyde Parque

ir visitar o antigo local de trabalho…

explorar a cidade a pé pra queimar as calorias do inverno

e ser grato por morar numa cidade tao bonita como essa