Por onde anda o Abel?

Meu sobrinho me perguntou essa semana, “tio, onde você está agora?”, dei uma risada e falei: “estou trabalhando em Maceió.

Desde que voltei de Londres tenho trabalhado na CBE – Coalizão Brasileira de Esportes, uma aliança de Ministérios Esportivos que proporciona o treinamento e a capacitação de pessoas que desejam servir pessoas do esporte (atletas, técnicos, pessoas que praticam esportes e fãs em geral). Depois de viver e trabalhar em 2 países que sediaram os dois mariores eventos esportivos do planeta chegou a hora de fazer meu dever de casa.

cbe3

Realizamos em Janeiro uma conferência internacional em Natal que contou com a participação de 350 líderes de diversas regionais do país. Tivemos também a presença de pessoas da América Latina e representantes da Coalizão Internacional. Parceiras e estratégias foram firmadas com o alvo nas Copas das Confederações e Copa do Mundo.

cbe2

Materiais estão sendo disponibilizado e treinamentos acontecerão em todas as cidades sedes e nosso desejo é de mobilizar o maior número de pessoas possível.

conferencia

Em Maio voltarei para o Sudeste (dessa vez CASADO) onde daremos continuidade ao trabalho da CBE trabalhando com o Movimento Joga Limpo Brasil e a Jogada Perfeita.

Advertisements

FIFA já começou a treinar seus voluntários para a Copa

Alguns voluntários já estão sendo treinados!!

voluntario

Os treinamentos por enquanto estão sendo feitos de forma on-line e um teste de proficiência em inglês também está sendo feito (apesar de não ter caráter eliminatório).

A Fifa e o COL devem chamar 18 mil pessoas para trabalhar na Copa do Mundo e outros 6 mil para a Copa das Confederações, em 2013.

Veja a entrevista de um voluntário que trabalhou durante o sorteio dos grupos para a Copa das Confederações.

Conferência Internacional para líderes

Conferência Internacional

Conferencia internacional

Em entrevista a equipe da Coalizão Brasileira de Esportes, Pr. Jonson, coordenador geral da CBE, esclarece e nos conta tudo que precisamos saber sobre o que acontecerá em Natal.

img

É importante que você entenda bem a dinâmica da Conferência Internacional, para assim, definir melhor em que posição vai jogar.

Durante o evento, em alguns momentos teremos celebrações em que estaremos todos juntos, mas, na maior parte do tempo estaremos reunidos em cinco equipes, estrategicamente separadas, para direcionarmos o foco dos treinamentos, discussões e consequentemente produzirmos mais.
Como parte desse evento, ocorrerá também, simultaneamente, o Centro de Formação de Líderes da América Latina – CEFLAL, para treinamento de novos líderes. Desta forma, os líderes envolvidos diretamente com esporte, que ainda não participarão desse treinamento, devem marcar essa opção ao realizar sua inscrição.
Jonson Tadeu, coordenador geral da Coalizão Brasileira de Esportes – CBE, traz alguns esclarecimentos sobre a Conferência. Essas informações devem nortear você no momento em que estiver fazendo sua inscrição para o evento.

Quais serão os grupos de trabalho da Conferência e qual o perfil dos participantes de cada um deles?
Jonson Tadeu: Teremos cinco grupos de trabalho – CYCAS TOT, Proclamação e Capelania, Igreja & Esporte, Leadership Work Group e CYCAS Makers – que estarão reunidos estrategicamente por interesse, ou seja, os líderes deverão optar pelo grupo de trabalho de acordo com o ministério que desempenham.Pr. Jonson

Qual o público-alvo dos grupos de trabalho CYCAS TOT, Proclamação e Capelania e Igreja e Esporte?
Jonson Tadeu: CYCAS TOT tem como público-alvo líderes envolvidos diretamente com as estratégias de CYCAS. Proclamação e Capelania está direcionado a pessoas que desenvolvem algum tipo de trabalho com essas estratégias. No grupo de trabalho de Igreja & Esporte, reuniremos os pastores, pois, traremos esclarecimentos sobre a importância dessa estratégia e como ela atuará no processo de planejamento que estamos construindo.

Qual o público-alvo dos grupos de trabalho CYCAS Makers e Leadership Work Group?
Jonson Tadeu: CYCAS Makers tem como público-alvo os líderes que já fizeram treinamentos específicos sobre essa estratégia e realizam trabalhos e atividades contínuas através desta estratégia. Leadership Work Group reunirá os líderes regionais e estaduais da CBE e facilitadores nacionais das nove estratégias da Coalizão.

Que temas em comum serão abordados nos grupos de trabalho?
Jonson Tadeu: Além dos assuntos específicos de cada grupo, há temas comuns a todos os grupos, que darão base a todo o planejamento. Serão comuns os temas: gestão e formação de equipes, levantamento de fundos, Joga Limpo Brasil e Ame Brasil 2014. Discutiremos como será a multiplicação das Conferências Estratégicas “Cada Estado, Cada Cidade” e também as diretrizes dos conteúdos dos treinamentos CBME start. Nossas ações na Copa das Confederações também serão discutidas em todos os grupos.

Pr.JonsonQual a importância desse evento para a proclamação do evangelho por meio do esporte e que impacto trará para o país?
Jonson Tadeu: Viveremos um momento histórico em nosso país. Dezenas de líderes latino-americanos estarão conosco para receberem treinamento, facilitadores de diversas partes do mundo somarão esforços com outros brasileiros. Pela primeira vez os líderes brasileiros das 12 cidades sede da Copa do Mundo e das seis sedes da Copa das Confederações 2013 trabalharão juntos, e no mesmo lugar, no planejamento para a Copa das Confederações. Um ajuntamento como esse, por si só, já tornaria esse momento um dos mais viabilizadores e estratégicos da nossa história, mas, estamos certos de que as discussões que teremos e as estratégias que construiremos nesse tempo resultarão em uma mobilização evangelística nacional nunca vista em nosso país por ocasião de um grande evento esportivo.

Quais são os custos para quem deseja participar da Conferência Internacional 2013?
Jonson Tadeu: Cada participante terá que colaborar com R$ 385,00. O pagamento pode ser efetuado em parcelas. Para validar a inscrição, é necessário o pagamento de R$ 85,00. Posteriormente, até o dia 20 de dezembro, deve ser feito o depósito de R$ 100,00 e os R$ 200,00 restantes podem ser pagos no credenciamento em Natal.
Líderes
Qual a principal motivação para estar na Conferência Internacional 2013?

Jonson Tadeu: Quem já participou dos nossos treinamentos, quem já trabalha com ministério esportivo, sabe que vivemos o momento mais estratégico do nosso país para utilizarmos o esporte como ferramenta de evangelismo e discipulado. Em janeiro, teremos a oportunidade de pensarmos e construirmos juntos as estratégias para que a igreja brasileira faça diferença em todos os cantos desse país nos próximos anos, por meio do ministério que Deus nos deu. Eu espero que os líderes compreendam a importância desse evento para a sua vida e ministério e assim como eu, entendam que é uma honra participar desse processo.


Josemária Souza
http://www.coalizaobrasileira.com.br/

Cada estado, cada cidade

Agende essa data e não perca essa oportunidade!!!

Preparando ministros de esportes. Uma grande oportunidade que a igreja brasileira está tendo de se preparar para os eventos esportivos que acontecerão no Brasil:
* 2013 – Copa das Confederações
* 2014 – Copa do Mundo
* 2016 – Olimpíadas

A Coalizão Brasileira de Esportes está promovendo uma conferência internacional em Natal no mês de janeiro de 2013. O foco é capacitar vocacionados para trabalhar com ministérios de esportes e planejar projetos e eventos a serem desenvidos nos próximos anos no Brasil, através da igreja local.

Assita o vídeo e espalhe essa idéia!!!!

Tatu-bola será mascote oficial da Copa de 2014

A revista Veja mostrou a imagem do que seria a mascote oficial da Copa do Mundo de 2014. O animal escolhido para representar o Brasil no evento da Fifa foi o tatu-bola.

Na imagem, o bicho, que tem olhos verdes, segura uma bola de futebol e veste camiseta com o nome do país.

Os nomes escolhidos para batizar o tatu-bola, que acabaram criando polêmica nas redes sociais devido a sua complexidade, foram escolhidos a partir de uma terminologia ecológica.

Amijubi junta as palavras “amizade” e “júbilo“, do tupi guarani, onde “juba” significa amarelo – a cor prodominante do mascote.

Fuleco é a soma de “futebol” e “ecologia“, e Zuzeco é formado pelos elementos do azul (cor do mar brasileiro) e também ecologia.

Recentemente, também pela internet, a Adidas iniciou o nome da bola oficial para 2014.

O anúncio do nome da bola da próxima Copa foi feito pelo ex-jogador Cafu, capitão do Brasil na conquista do pentacampeonato mundial, durante participação no programaEsporte Espetacular.  O vencedor foi escolhido com 77,8% da preferência popular.

Apesar do nome ter sido definido, o design da bola da Copa do Mundo segue como um mistério. De acordo com a fabricante, ‘Brazuca’ será conhecida do público apenas em 2013.

Na Copa de 2010, na África do Sul, a bola do Mundial foi batizada de Jabulani. A polêmica em torno dela foi muito grande por ser considerada muito leve e atrapalhar o trabalho dos goleiros.

fonte: uol

Joga limpo Brasil

Joga Limpo Brasil conquista adesões em pré-lançamento. Cerca de 100 pessoas compareceram à apresentação das estratégias do movimento cristão que disseminará a mensagem bíblica durante a Copa do Mundo de 2014.

Evento foi realizado no último sábado (17/09), em São Paulo.

Foi com muito entusiasmo que representantes de igrejas e organizações cristãs receberam a proposta de mobilizar voluntários para  disseminar a mensagem e princípios bíblicos, aproveitando o contexto dos  grandes eventos esportivos a serem realizados no País: a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Idealizado com o objetivo de criar um gigantesco movimento  para  difundir princípios bíblicos que podem  fazer frente aos problemas sociais brasileiros, o Movimento Joga Limpo Brasil (MJLB) foi apresentado no dia 17 de setembro, no auditório “Escola Americana”, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na capital paulista.

À frente da iniciativa estão a Coalizão Brasileira de Esportes (CBE), Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e Amme Evangelizar.

“Trata-se do pontapé inicial, focado, inicialmente, na Copa do Mundo de 2014, e de um convite para que todos os cristãos brasileiros se engajem nesse movimento”, sintetiza Erní Seibert, coordenador de Comunicação do MJLB e secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, lembrando que a data escolhida para a apresentação do projeto remete aos mil dias que antecedem o início do mundial.

O jornalista Reinaldo Gottino, mestre-de-cerimônias do evento,  apresentou os representantes das entidades coordenadoras. Na fala de abertura, Marcos Grava, coordenador de  grandes  eventos esportivos da Coalizão Brasileira de Esportes, salientou que o MJLB nasceu  com o propósito de transformar a vida  e o comportamento  das pessoas. “Pela Palavra de Deus,  o Brasil será uma sociedade liberta. Sejam todos bem-vindos. Se juntos podemos, então, vamos virar este jogo”, saudou a todos.

O capelão esportivo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Danilo Scarpelli Dourado, expressou a alegria da entidade em fazer parte do movimento e conduziu a oração inicial. A tradição esportiva da universidade foi ressaltada pelo mestrede-cerimônias, Reinaldo Gottino, que, em seguida, chamou ao palco o coordenador de Comunicação do MJLB e secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. “Grandes viradas não são uma característica exclusiva do futebol. A Bíblia Sagrada está cheia de grandes viradas e nos ensina como promovê-las, ao olharmos para Jesus. Se dermos esta grande virada e jogarmos limpo, o Brasil vai ser um país bem melhor”, afirmou Seibert.

Coube  a Marcos Grava apresentar a iniciativa, que está inserida no  Movimento Joga Limpo, um esforço conjunto de instituições cristãs do Brasil e do exterior, que tem como base experiências recentes e bem-sucedidas realizadas nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996), de Sydney (2000), de Atenas (2004) e Pequim (2008); nas Copas do Mundo da Alemanha (2006) e da África do Sul (2010); e nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007). “Agora é  a nossa vez.

O desafio é muito grande, mas é também uma grande oportunidade de semear a Palavra de Deus”, afirmou.

Grava explicou que o nome escolhido para o programa é alusivo à expressão inglesa “fair play” (jogo limpo), muito usada no meio esportivo para tratar da questão da ética, do cumprimento  das regras e da importância do respeito entre os competidores.

Assim, utilizando essa metáfora, o movimento pretende chamar a atenção para a importância de se praticar os princípios bíblicos no dia a dia, contribuindo, desta forma, para uma sociedade mais justa, pacífica e harmônica. A criação do movimento foi inspirada na visão que levou o apóstolo Paulo a ir de Atenas para Corinto (Livro de Atos dos Apóstolos, Capítulo 18), uma das maiores e mais movimentadas cidades do Império Romano e sede de um dos maiores eventos esportivos periódicos, os Jogos Ístmicos. Ali, Paulo encontrou a oportunidade para anunciar o evangelho com liberdade e alcançar pessoas de todas as partes do mundo.

“Nosso alvo é mobilizar 20 mil igrejas em todo o País, orientar 20 mil voluntários internacionais e desenvolver atividades de impacto durante os 30 dias da Copa de 2014. Também queremos servir aos comitês organizadores destes eventos, nas 12 cidades-sedes, com atividades voluntárias”,  adiantou Grava, explicando como as igrejas podem aderir ao movimento.

Erní Seibert encarregou-se de apresentar o Plano de Comunicação, destacando que no dia 12 de março de 2012, no Espaço Cultural Presbiteriano de Pinheiros, na capital paulista, haverá um grande evento nacional, para marcar o lançamento do Movimento Joga Limpo Brasil. “Todos já estão convidados para este encontro, que será seguido de eventos regionais, em  todas  as 12 cidades-sedes da Copa do Mundo”, incentivou Seibert.

Em seguida, Alex Dias Ribeiro,  ex-diretor da organização Atletas de Cristo e capelão de atletas brasileiros em três Jogos Olímpicos, falou sobre o início de sua carreira na Fórmula 1 e de como a inscrição “Cristo salva” em seu capacete e no carro que pilotava foi importante para difundir a Palavra de Deus em todo o mundo. “Sou a terceira geração de uma família batista. Sempre achei que tínhamos o melhor produto do mundo apresentado da pior maneira possível. Tinha muita vontade de mudar isto”, contou ele, destacando a dimensão da linguagem universal do esporte.

Ao final do evento, Marcos Grava, Erní Seibert e Alessandro Miguel, missionário da AMME Evangelizar, entregaram aos representantes de igrejas e organizações cristãs presentes o certificado “Eu jogo neste time”, atestando seu compromisso em participar do movimento Joga Limpo Brasil.Sobre as organizações coordenadoras  Coalizão Brasileira de Esportes (CBE): é uma rede de ministérios esportivos presente em todo o País, que reúne voluntários, igrejas e demais instituições cristãs comprometidas com a utilização sadia e ética do esporte como instrumento de inclusão e transformação social. Há muitos anos, a CBE e outras organizações parceiras, presentes em mais de 150 países ao redor do mundo, colaboram voluntariamente com os Comitês Organizadores de grandes eventos esportivos, tais como Jogos Olímpicos, Jogos PanAmericanos e a Copa do Mundo de Futebol, visando o uso destes eventos como palco para o atendimento e alcance de pessoas.

Sociedade Bíblica do Brasil (SBB):  é uma entidade sem fins lucrativos, de natureza  filantrópica, assistencial, educativa e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia, um bem de valor inestimável, que deve ser disponibilizado a todas as pessoas. Além disso, por seu caráter social, desenvolve programas com o objetivo de promover o desenvolvimento espiritual, ético e social da população brasileira.

Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação espiritual, de fortalecimento dos valores éticos e morais e de incentivo ao desenvolvimento humano, nos aspectos espiritual, educacional, cultural e social, em âmbito nacional”.

 AMME Evangelizar:  é a Associação de Missionários Mantenedores da Evangelização, uma missão brasileira,  independente e não denominacional, fundada no ano 2000, com o propósito de ajudar as igrejas cristãs do país a cumprirem sua tarefa de evangelizar todo o mundo. A AMME cumpre seu propósito através de quatro diretrizes: motivar, treinar, suprir e apoiar. Em 11 anos, a AMME se aproximou de 100 milhões de pessoas que receberam uma apresentação do evangelho a partir de seu ministério.

A transição África 2010 – Brasil 2014

Já começamos a transição do projeto Copa 2014.

A partir de agora estaremos envolvidos no projeto para mobilizar e facilitar ao máximo o trabalho de equipes, tanto brasileiras quanto internacionais.

Se você tem interesse em se envolver de alguma forma entre em contato. Será um prazer te-lo como nosso parceiro.

Veja o nosso site: http://www.wix.com/ministeriocopa2014/jocum